Eliminando o estresse e a ansiedade através da música

musica e ansiedade

Ouvir ópera é sempre relaxante

A música sempre acompanhou as atividades humanas, desde grandes celebrações até momentos mais melancólicos. E a ópera é bem presente neste sentido! Notas musicais e seus ritmos penetram em nossa mente e tornaram-se uma espécie de trilha sonora de nossas vidas. 

Imagine românticos casamentos. Daqueles feitos em jardim (coisa de filme) com os sons de um quarteto de cordas. Agora o som daqueles desfiles comemorativos em que as crianças de todas as escolas estão presentes, num dia de sol. Concorda que a música sempre desempenhou um papel central em nossas vidas? 

A música e a Natureza 

Indo em direção de tempos mais antigos ainda, podemos dizer que a música teve uma marcante presença na história humana. Sua presença na natureza – como o som dos pássaros, das folhas e outros sons como o correr dos riachos – provam que a música esteve presente na vida do homem desde os primórdios da civilização, não é? 

Gêneros musicais dos mais diversos como a Ópera, até os estilos mais contemporâneos e alternativos, a música está presente em nossos dias e veio para ficar. 

Com a mistura de novos tipos de música, percebemos que a música está em constante evolução e mudança. Consegue-se imaginar sem música? Seja Ópera ou mesmo a música da moda? 

Música e estresse

A música e a ansiedade 

Desde a antiguidade a música tem sua longa lista de usos para a vida humana. Seja por motivos de expressão ou mesmo de entretenimento e recreação, assim como a observação, no caso de um espetáculo ou de uma apresentação de Ópera. São muitos os aparentes benefícios que o homem percebe.  

Mesmo com a variação de sua utilização através dos tempos, a música também foi usada para campanhas de propaganda, como um caminho para expressar sentimentos, desejos ou mesmo pedir ação imediata.  

Mesmo com tamanha diversificação, além da mistura de culturas humanas, pode-se afirmar, até com certa certeza por todos nós, que a música pode ser usada por todos como um meio de “alívio do estresse”. Sem dúvidas, este é um dos grandes benefícios da música. Sabemos que os problemas relacionados à ansiedade fazem surgir o “pior” em nós e de nós. Assim, qual seria o melhor caminho para superar esse “pior” lado da ansiedade, do que algo que tanto acalma como a música? Como assistir a uma ópera, por exemplo? Ouvir o canto dos pássaros pela manhã não é relaxante? 

A música como meio 

A música e sua influência na saúde humana, traz a curiosidade de estudiosos pelos seus resultados benéficos na saúde humana. E é importante destacar, dentro desta gama de possibilidades e interesses por estudos que o mais se destaca é o uso da música como medicação, como transformador de ansiedade. 

Vários estudos apontaram a força da música como tratamento para alívio da ansiedade. 

Seu efeito calmante é incontestável e incomparável na mente humana. A simples exposição a determinadas músicas, como as clássicas, como a uma apresentação de ópera, são relaxantes e impedem a acumulação de ansiedade que é tão nociva, que pode levar a náuseas, quando não a palpitações cardíacas, dores no peito, ou até mesmo dificuldade em respirar e dores de cabeça muitas vezes em estado elevado que podem ser consideradas crônicas.  

Enfim, ter disponível uma medicação de ansiedade, mesmo que de forma tão alternativa, é de suma importância para a saúde e o bem-estar das pessoas. Principalmente para evitar as possíveis complicações que a ansiedade traz. 

Ouvir em casa é sempre possível

Ouvir música em casa é sempre acessível

Os benefícios da música 

Podemos examinar os benefícios da utilização da música e as grandes vantagens com o alívio da ansiedade. Enquanto temos tantas prescrições médicas necessárias para alguns tipos de medicamentos de transtornos de ansiedade, a música é um produto que não precisa de receita médica. 

Se você comparar a conveniência de ter que fazer menos viagem e menos gastos que ir comprar remédios, você pode simplesmente desfrutar do alívio que a música clássica, a ópera e faixas instrumentais (tão disponíveis nos dias de hoje) podem oferecer tão perto, no conforto de sua casa. Você não precisa de muitas coisas para se beneficiar disto, basta ligar seu celular e procurar rádios de música clássicas ou ópera, por exemplo. 

No dia a dia, o uso de música também é muito vantajoso. Principalmente para as pessoas que estão sempre “correndo contra o relógio”. Os profissionais que normalmente têm grande dificuldade em equilibrar seu tempo, como empresários, podem se aproveitar bastante disso. 

Como alguns estudos já demonstram, a correria do trabalho, pode induzir ao estresse e a ansiedade como dissemos no parágrafo anterior. E com os horários sempre apertados e a grande agenda de compromissos, como no mundo dos negócios uma pessoa pode parar para ter um longo bate-papo com seu médico? 

Na realidade, são muitos os profissionais que realmente não têm tempo de visitar seus médicos. A não ser quando as coisas já não vão muito bem, quando o corpo reclama de algo ou uma grande emergência médica. 

Assim, o uso dessas composições musicais que são tão relaxantes transforma a mente das pessoas incrivelmente. De um estado bem estressante, cheio de preocupações e ansiedade para um estado de calma. A terapia musical não requer supervisão médica, e produz resultados semelhantes a calmantes. 

A música é uma terapia? 

Nem todo mundo gosta de ter que frequentar uma terapia hospitalar. Na verdade, como indicado em algumas pesquisas – e você pode se perguntar também – muitas pessoas optam por não participar a terapia hospitalar. Principalmente por acharem um constrangimento. Já outras pessoas, mesmo que consultem regularmente o médico, pedem anonimato, pois não gostariam de se sentirem ridiculizados por acharem que ansiedade seria uma fraqueza. 

Mas saiba, a vida está cheia de momentos de ansiedade e estresse. E nem todo mundo tem tempo e dinheiro para frequentar sessões de terapia. É bom que nos cerquemos de música como uma alternativa a medicações de ansiedade. Ou você prefere recorrer a médicos quando a situação for mais crítica?